Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2010

Sexto dia...

O sexto dia...

No sexto dia de missão foi-nos dado um bónus: mais uma hora de descanso. Fantástico! O dia começou com a oração da manhã e seguiram-se os trabalhos de preparação para as actividades agendadas.
Depois de mais um almoço delicioso preparado pelos nossos anfitriões, a tarde surgiu novamente com a experiencia do “porta a porta”, como no dia anterior. Desta vez foi em Vila Nova, Ribeira da Pipa, Comenda, Perna Atrás (paróquia de Casével) e também na paróquia de Vaqueiros. Devido à dispersão dos lugares, o grupo separou-se em dois: uns foram para a paróquia de Casével e outros para a paróquia de Vaqueiros.
O grupo de Casével, ao contrário do que tinha acontecido ontem, revelou-se um pouco mais triste pois as dificuldades de aproximação às pessoas foram bem maiores. Tivemos a prova que nem todas as pessoas estão receptivas ao anúncio da Boa Nova, tendo sido alguns dos nossos elementos tratados de forma menos digna. Mas como Jesus nos diz através de São Mateus (5, 3) «Felizes de vós, se forde…

Quinto dia...

O quinto dia...

A Missão continuou. Depois de na manhã nos termos preparado, através da oração e dos trabalhos práticos, para à tarde irmos fazer algo tão diferente e tão novo: anunciarmos o Evangelho de Jesus Cristo de porta a porta. Pela tarde, após a distribuição dos grupos partimos dois a dois, tal como os discípulos enviados por Jesus (cf. Lc 10, 1). Como para a maioria era a primeira vez que faziam esta experiência, os sentimentos ao início eram medo, receio, ansiedade, mas também animados pelo sentido da fé e de que íamos em nome do Jesus e da Igreja. Assim, fizemo-nos ao largo por vários sítios de São Vicente do Paúl, tais como: Sobral, Torre do Bispo, Casais do Louco, Tojosa, Outeiro do Bairrinho e Corredora. No entanto, para surpresa nossa a maioria das pessoas foi acolhedora, mostrando-se receptivos à nossa presença e ao nosso propósito. Deste modo, anunciámos o Evangelho de Jesus a partir do nosso tema, “Aspirai às coisas do alto” (Cl 3, 2), procurando deixar a interrogação acerca das nos…

Quarto dia...

Terceiro dia...

O quarto dia...

O quarto dia de missão, foi um dia mais dedicado a nós, no qual se aprofundou a união do grupo. Começou com a oração da manhã e o mote de nos abandonarmos nas mãos de Deus, de sermos vasos de barro, que a qualquer momento podem ser remodelados, por este Deus que nos ama.
Durante a manhã, caminhámos, desde o Centro Pastoral de S. Vicente do Paúl até à capela de Nossa Senhora dos Remédios, sendo que parte do caminho foi feito em silêncio, o que permitiu o questionar e o reflectir da participação de cada um nesta semana de missão. Num caminho de altos e baixos, foi-se estabelecendo a comparação entre o que tem ocorrido nestes dias e as dificuldades e sucessos alcançados. Na chegada à capela, fomos desafiados a cuidar do espaço e a torná-lo um local mais belo e acolhedor, onde pudéssemos celebrar a Eucaristia. Foi uma tarefa que deu um prazer especial, na medida em que, vimos o resultado do nosso esforço ser recompensado na altura. A Eucaristia, celebrada de modo muito simples, mostrou-n…

O terceiro dia…

Hoje tivemos uma manhã mais direccionada para o interior do grupo, com tempo para reflexão, arrumações e preparação para as actividades da tarde.
Mais uma vez, contámos com a hospitalidade da família Galvão para a preparação das refeições, acolhendo-nos sempre com um sorriso no rosto.
Antes de retomar o trabalho, tivemos a oportunidade de visitar a capela da Nossa Senhora da Conceição (Torre do Bispo) onde partilhámos um momento de oração.
Pela tarde dentro pudemos acolher algumas das crianças das paróquias vizinhas (Casével, S.Vicente do Paúl) onde foi imediatamente criado um clima de pura animação e cumplicidade. Entre músicas, danças e muitos pulos tivemos a oportunidade de lhes proporcionar uma catequese mais leve em forma de peddy-paper que foi felizmente muito bem recebida por parte delas.
No fim de uma tarde super bem passada, tivemos a oportunidade de nos reunir novamente à mesa, recuperando forças para o desafio que se seguia.
O grupo dividiu-se em dois, possibilitando a pres…

O segundo dia...

Neste segundo dia do nosso projecto Fé4Missão, fomos acolhidos de abraços abertos, no Centro de Dia de Vale de Figueira. Ao longo da manhã, animámos os utentes da instituição com canções e jogos. Almoçámos com os idosos e durante a tarde, conversámos individualmente com os mesmos. Seguiu-se a eucaristia, presidida pelo padre Ricardo Conceição, que nos acompanha nesta semana de missão. De seguida, houve espaço para mais algumas conversas com os idosos e até, para um jogo de cartas.
Regressámos ao Centro Pastoral de São Vicente do Paul e ultimámos as actividades dessa noite e do dia seguinte.
Fomos recebidos com muito boa disposição pela família da D. Maria José, em mais um jantar, na sua casa.
A noite foi marcada pela participação de alguns jovens destas paróquias, num serão animado, que pretendeu ser mais do que um simples convívio. Visualizámos um filme, tendo em conta as aspirações que podem levar ao caminho de encontro com Deus. Desta forma, questionámos quais eram as suas aspiraçõ…

Segundo dia de Missão!!!

O primeiro dia… (26 de Julho)

Começaram a chegar ao centro pastoral de São Vicente do Paúl com a expectativa e a alegria do reencontro. Aos poucos o grupo foi-se constituindo e pondo mãos ao trabalho. O pároco, padre Ricardo Madeira, deu as boas vindas e ajudou-nos a instalar.
Começaram os trabalhos com a confecção das t-shirts com as palavras fortes que dão o mote a esta semana: fé4missão e “aspirai às coisas do alto” (Col 3, 1-4).
Seguimos para o jantar onde fomos acolhidos com um grande sorriso da D. Maria José e sua generosidade impressionante. Entretanto alguns acompanharam o Pe. Ricardo Madeira à celebração eucarística na capela da Quinta Nova, na qual alguns dos jovens desafiaram os presentes a participar nas actividades ao longo da semana.
No regresso ao centro pastoral parámos para o café aproveitando para convidar também os presentes nos momentos fortes desta missão. A surpresa de ver um grupo de gente estranha a fazer um convite gerou logo aquelas respostas a que nos sujeitamos quando saímos à rua para…

E COMEÇOU A MISSÃO!!.............